Letters* Just me (Pt. I)

Hii my readers! Ainda inspirada no tema do post de ontem... e também intensamente influenciada com o post da Pam, que como mágica respondeu á minha indagação: Quem sou eu?
A Pam escreveu um post liiiindo sobre A Bela e a Fera , confira o post (AQUI)! Não sei se vocês sabem (HAHA, acho que não , rs) o conto de fadas que mais gosto é A Bela e a Fera *-* , por outro lado, no quesito fábula e contos, o meu preferido sem sombra de dúvidas é O Patinho Feio, (kkk, podem rir, eu neem ligo Ú_Ú) rs.
Então... vejam que ironia, os nossos gostos revelam muito do que nós somos! Vou explicar o que raios A Bela e a Fera e O Patinho feio tem a ver comigo. Na primeira parte falo sobre um e no Post Pt. II falo sobre outro (:
First: O Patinho Feio
Conheci a história do Patinho Feio há muuuito tempo atrás...
Era uma veez, uma menina muito curiosa que idolatrava o pai e queria conhecer tudoo o que ele mais gostava, só para se sentir parecida com o próprio.
Certo dia, o pai da menina , resolveu contar á filha uma fábula intitulada O Patinho feio, escrita pelo autor Hans Christian Andersen.
A garotinha entusiasmou-se de imediato e logo quis que o pai começasse a ler, a tal história.
Mal sabia a menina, que este conto parecia feito para ela... e que mais tarde, explicaria muito dos acontecimentos de sua vida.
"Era uma vez... um filhote de cisne que  é chocado no ninho de uma pata. Por ser diferente de seus irmãos, o pobre é perseguido, ofendido e maltratado por todos os patos e galinhas do terreiro.
Um dia, cansado de tanta humilhação, ele foge do ninho. Durante sua jornada, ele para em vários lugares, mas é mal recebido em todas. O pobrezinho ainda tem de agüentar o frio do inverno e muitíssimos obstáculos impostos, tanto pela vida, quanto pelos outros.
Mas, quando finalmente chega a primavera, ele desabrocha e enfim abre suas asas, percebendo que não era de fato um pato e sim, um cisne,  ele se une a um majestoso bando de cisnes, sendo então reconhecido como o mais belo de todos."
Aquela história marcara a menina, adorou-a do início ao fim, sentiu muita pena do próprio patinho... tão desprezado, mas ficou contente, pois ele afinal teve um final feliz!
O pai desta... então, alugou o desenho que ilustrava a fábula e os dois assistiram juntos aquela belíssima aventura.
Desde então, Thay (a garotinha)... jamais esqueceu do conto do Patinho Feio, que a ajudou em tantos momentos de sua vida e hoje, reflete muito a sua própria história (:
Então, gente... rs, o patinho feio me marcou muito, porque mostra muito do que várias pessoas passam neste planeta denominado Terra.
Sempre me achei uma estranha no ninho (heey mãe, não me enviaram pelo Sedex não?? Rs), esquisita.. diferente de todos os outros.
Na escola então! HAHA, me sentia o próprio Patinho Feio! Excluída, graças aos ridículos padrões dessa sociedade ignorante (revolteeeeeeeeei!).
Não me encaixava em nada, fui muito humilhada... sofri bullyng e tal...
Sofri demais da contaa! Era beeeeem gordinha, não gostava de bagunça, ao invés de me divertir do jeito que os outros se divertiam, eu gostava mesmo era de estudar e ler, tímida, baixinha, etc....
Foi um período difícil, assim como o do Patinho Feio...
Mas ainda sim, eu acreditava que teria um final feliz, assim como ele teve.
Nunca liguei muito para o que os outros diziam de mim, sempre tive gênio forte (Touro é um signo daqueeeles, teimosia pura!) e todo o carinho das pessoas que gostavam de mim do jeito que eu era, supria grande parte do sofrimento.
Tinha pena dessas pessoas maldosas que ficavam falando coisas tão repulsivas, e preferia MIL vezes ser EU (com todos os pontos negativos) do que ser alguém como um deles: um ser preconceituoso e condenado á uma vida cheia de sentimentos ruins.
Os livros, como eu já disse, me salvaram também! Passei grande parte dos meus dias de adolescência, lendo milhares deles e assim eu pude adquirir muita experiência sem saír de casa! (HAHA, Matrix!).
Havia um tempo, em que eu nem queria mais ir para a escola, desanimei... , mais faltava do que ía.
Me sentia feia, ridícula... perto das outras garotas.
Meu coraçãozinho foi massacrado , kkkkkkkk.
Sem contar aqueles parentes e vizinhos que não tem o que fazer, além de falar mal dos outros , rs.
Críticas.. nossa, era de praxe! Mas, como eu SEMPRE digo, Deus sabe o que faz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Ele tinha um grande propósito na minha vida!
Durante essa fase complicada, eu comecei a investir em mim...
Influenciada pelas personagens dos livros... , eu comecei a me dedicar totalmente... á encontrar meu lugar no mundo.
Fui então percebendo, que  NADA estava perdido, eu não era anormal em relação ás pessoas..., eu só precisava achar o ninho certo!
Eu não tinha que mudar por causa de ninguém! Pois quem te ama,  te ama do jeito que você é!
Por isso, eu sabia que eu não tinha que mudar para me enquadrar no ninho e sim, encontrar aquele que se enquadrava comigo!
Depois de quase repetir de ano (siiim, é um choque para vocês que me conhecem e sabem que sou nerd assumida, mas é verdade eu quase repeti!)... resolvi mudar.
Graças á Deus que colocou J.K. Rowling em minha vida (HAHA ♥), cismei que queria ser igual á Hermione.
Super inteligente, dedicada, boa e determinada.
Descobri que só poderia ser alguém na vida, se tivesse conhecimento.
Não queria ter que abandonar minha filha e ir para o Japão como o meu pai. Pois ele teve que nos deixar, para conseguir nos sustentar.
Eu enfim percebi, que só estudando, tendo conhecimento, uma universidade, uma carreira... é que eu poderia ter condições de trazer meu pai de volta e dar á ele e minha mãe uma velhice (deixa minha mamys ler isso, ela me mata kkkk, a coitada tem pavor da terceira idade, rs fail#) confortável.
Afinal eles cuidaram de mim a vida toda, nada mais justo do que eu agradecer toda essa dedicação, cuidando EU deles quando eles se tornassem idosos (mamys não me mata!).
Lia cada vez mais e fui aprendendo um montão de coisas! Estudei á valer, me dediquei... nossa Senhora, depois que você pega o jeito... vai em frente que é uma beleza!
Passava taaaaaaaanto tempo lendo e aprendendo coisas..., mas é claro que não deixei de saír com minhas amigas e viver a vida, rs.
Descobri que escrevia bem! E aprendia as coisas facilmente...
Comecei a dar conselhos muito bons á todos, e de onde vinha a experiência para poder aconselhar? Tanto da vida, quanto dos books.
Terminei o Ensino Fundamental, prestei vestibulinho para entrar em uma escola técnica...
Consegui ser aprovada, e lá estava eu na E.M.Dr. Leandro Fransceschini, no curso de Administração (I LOVED♥). Conheci muitas pessoas incríveis lá! Desde o meu primeiro ano até o último.
Deus colocou  tantos anjos em meu caminho!!!!!!!!
E então, fui começando a desabrochar! Encontrara enfim meu ninho! Me identificava com as pessoas, não me sentia mais estranha, esquisita e aquele monte de coisas repugnantes, rs.
E então, isto foi me dando cada vez mais força...
Certo dia, fui me pesar em uma farmácia de Campinas, voltando do Programa de Iniciação Científica da Unicamp *--*, e vi que estava com quase 80 kgs!!!!!!!!!!!*O*
Naquele dia... decidi finalmente que iria ter que tomar uma atitude drástica.
Dentro da topic, voltando para Sumaré conversei com Deus o caminho todo... chorei muito, mas Ele me disse que me ajudaria a perder peso e que guiaria todos os meus passos. Tudo combinado com Deus...
comecei a Revolução.
Fiz uma reeducação alimentar beem radical, cortei várias porcarias do meu cardápio (hoje não como doce, fritura e massa, e estou muito feliz sem isso , rs!), passei á ter uma alimentação saudável, fiz várias caminhadas, exercícios e depois de meses de batalha, consegui perder peso: 22 quilos!
Peguei um trauma kkkk, de comidas calóricas , meu Deus...
Não sinto falta de nada, sério..., já comi naquela época tudo o que tinha que comer, rs.
Depois de emagrecer, minha auto-estima melhorou... consequentemente... tive mais ânimo para com as demais tarefas do meu dia-a-dia.
Guardo em minha memória (que é muito boa, por sinal, rs) o nome de todas as pessoas que foram boas e más comigo.
Mas não guardo mágoa de NINGUÉM!
Foi uma superação! Hoje, graças á Deus... me sinto feliz comigo, com a minha vida... pois eu finalmente encontrei o meu ninho, eu não era uma patinha feia e sim um cisne (não o mais bonito , é claro, kkkkk, um cisne comum , vocês entenderam o que eu quis dizer! Rs). como toodos os outros.
E todo esse período difícil, não foi ruim para mim... eu disse que Deus sabe o que faz sempre!
Tudo isto foi bom, porque graças á essas provações: Deus está mais forte o que nunca no meu coração, minha saúde está melhor (peso em excesso faz mal!), achei amigos verdadeiros, ampliei meu conhecimento, tive juízo, responsabilidade, determinação aumentadas, enfim achei meu caminho!
 E agora, posso amparar todos aqueles que passam por isso ou algo semelhante!!! Uhú \o
Desde que li pela primeira vez a bíblia (para crianças, rs), gostei deeeeeeemais da história da Sabedoria do Rei Salomão. Por isso, desde sempre... só peço á Deus, sabedoria... para poder seguir minha vida com justiça, bondade e verdade.
E Deus sempre concede Sabedoria aos que a pedem!!! Podem ter certeza disso!
Falem a verdade, não é que a garotinha que amou a história do Patinho Feio, na verdade era o próprio Patinho Feio da história?? *-*
Para vocês verem como essa vida é louca! E Deus faz Hoje e entendemos AMANHÃ.
Logo mais , posto a parte II e me contem o que acharam deste post, ok?? !

~* LINKS
- Fábula completa O Patinho Feio (AQUI)



XoXo, Thay ;*




6 comentários:

  1. Mal posso esperar pra ler! ^^... Também tenho memória boa, guardei o nome e a face de todos que algum dia fizeram algo de ruim pra mim... ahsuahsuahsuahsa... Eu sei como eh... Já me zoaram muito, criticaram, mas felizmente eu tinha pessoas que não se importavam com nenhum dos meu vários e vários defeitos, ou melhor, sabiam compreendê-los... Não sou perfeito :P, sshaushuahsa, te entendo perfeitamente... =/... Tbm preciso emagrecer, shaushaushaushausha... De qualquer forma, sabe que o onii-chan aqui gosta de vc pelo que vc é... Acho que isso é o mais importante em família ;)

    ResponderExcluir
  2. Owwn, onii-chan ♥ Eu digo o mesmo \o
    É isso aí, quem realmente gosta... ama pelo que você é! *-*

    ResponderExcluir
  3. Acho que o problema de peso é unânime UAshuAHsuAHsuA
    No meu caso foi inverso, me senti melhor na minha primeira escola do que na etec que passei. Mesmo sendo a estranha no ninho souberam me respeitar, o que fez a amizade ser mais forte. Meu verdadeiro ninho acabou sendo a internet ^^
    uAHsuAHsuhAUshAUshaUshA
    E como diria Montecristo: seu conhecimento é a única coisa que nunca irão tirar de você.

    Beeijooo

    ResponderExcluir
  4. Vih, amooo essa frase, ela definitivamente diz tuudo! A internet seempre nos acolhe, é uma coisa incrível, não sei o que seria de mim sem ela!! *-* ;*

    ResponderExcluir
  5. Hi dear!!! belissima história de superação...parabéns por ter dado a volta por cima e poder se sentir bem consigo mesma...como vc disse, encontrar seu ninho... belo exemplo o seu....haaaa...vc escreve muito bem kerida...bjosss

    ResponderExcluir
  6. Hi Ta, fico muuuito feliz que tenha gostado, muito obrigada *-*
    Os obstáculos acabam dando força para a superação, tem que ter muita fé, só assim é que a gente consegue \o Bjux ;*

    ResponderExcluir