Feelings* Refúgio

Hi friends! Observando não apenas eu, mas todas as pessoas ao meu redor, percebi o porque do sucesso da internet, do mercado da música, do mercado editorial,  o porque do crescimento constante da indústria do entretenimento. Falando de maneira simples, reparei o quanto e porque nós, seres humanos precisamos de música, internet, filmes e livros em nossas vidas!
Vez ou outra, sentimos a necessidade de ter um refúgio. Temos sempre o anseio de escapar de algum jeito da realidade de nossas vidas, quando ela se torna chata, triste ou estressante.
Todos algum dia já usaram a famosa expressão: "Ah eu queria sumir!" ou "Queria abandonar tudo e ir para bem longe.", a necessidade de correr para longe das coisas ruins que nos cercam, é universal.
Jamais estaremos completamente satisfeitos com nossas vidas, ou até podemos algum dia estar, mas esse sentimento de alegria plena logo vai embora haha, isto é da natureza humana, nunca estamos contentes com nada e temos uma séria tendência a querer o que não temos ou pior, querer o que não podemos ter. E só damos valor às coisas que já possuimos, quando elas vão embora.
É sempre assim! 
Quando nos sentimos pressionados e cansados de nossas vidas, imediatamente buscamos um jeito de pelo menos por alguns minutos.. fugir de nossas vidas e ir para bem longe.
Então, recorremos aos nossos doces refúgios...: a internet, a música, o livro, o filme, a série... etc.
Entramos na vida do 'outro', abandonamos por alguns momentos nossa pele e entramos na de outra pessoa. Toda vez que leio um livro, eu deixo o meu mundo por um tempo, nada me perturba... nenhum problema da minha vida pode me atingir, porque durante a minha leitura... eu estou offline no mundo, não sou mais a Thay, sou a personagem da estória que estou lendo.
É assim quando coloco meus fones de ouvido e ouço as minhas músicas favoritas..., me desligo completamente, crio clipes na minha cabeça, deixo as sensações que a música traz me dominarem...
Cada música me transporta a um universo diferente... Raise your glass da P!nK (não gostei muito da tradução, mas a música me anima haha) por exemplo, me faz pular de alegria e celebrar a vida... o mesmo acontece quando ouço Do the hippogriff e sou levada ao baile de inverno em Hogwarts haha.
Após assistir um filme ou uma série, o mundo das personagens se transfere para mim e eu me sinto como se de fato fosse o filme/série da minha vida, encarno as sensações do filme, sinto a alegria de alguma vitória ou a tristeza de alguma perda.
Visitando blogs, olhando fotos e escritos de outras pessoas, esqueço da minha vida e me encanto com a delas. E isto (espantem-se...) acontece demais quando estou junto com a Matemática haha, resolver equações me faz esquecer todos os meus problemas, o mundo a minha volta se apaga, sou completamente apaixonada pelos números, pela busca de um resultado, por todas as artimanhas das resoluções... aah como amo isso!! Segui Letras, mas meu amor pelas demais disciplinas não morreu \o
Sou uma Hermione, haha, TODAS as disciplinas de estudo que existirem... serão refúgios para mim.
E quando termino uma leitura, a música acaba, desconecto a internet e deixo de assistir algo... a realidade cai como um tijolo na minha cabeça, é como acordar de um sonho.
É exatamente isso!! Nossos refúgios (leia-se produtos do entretenimento) são como sonhos, que podemos acessar a qualquer instante, não é preciso estar dormindo para tê-los.
*-* É uma Hogwarts, Nárnia... diante de nossos olhos, ouvidos e mãos.
É por isso que todos ouvem músicas, leem livros e assistem TV! Não abandonem o refúgio de vocês jamais, essa forma de escapismo é necessária para nós (se não enlouquecemos, realidade a todo instante é horrível :P), mas como disse Dumbledore em HP1: "Não faz bem viver sonhando e se esquecer de viver, lembre-se."  (Aliás, Harry Potter fez tanto sucesso, porque foi um dos melhores refúgios que a humanidade já encontrou *-*). 
A vida é boa também, se você saber lidar com ela... Tudo depende de ponto de vista, se você estiver triste tudo a sua volta vai parecer uma porcaria, por mais que existam coisas boas bem diante de você. Não adianta, seu estado de espírito é como um óculos, e você vai enxergar o mundo através dele. 
Portanto, carreguem com vocês as boas sensações que viveram em seus refúgios, tragam-nas para a vida real, quem disse que a realidade tem que ser chata o tempo todo? Tudo depende de nós, tudo mesmo...
Estou colocando o óculos da alegria agora mesmo \o e depois embarcarei para outro universo, ouvindo Raise your glass de novo.




P.S: quer saber qual o meu maior refúgio? Deus *-* Álcool e drogas não passam de refúgios também, mas são na verdade precipícios e uma forma de deixar a realidade mil vezes pior do que pode estar, não caia nesse abismo, esse tipo de refúgio é como um cemitério! Prefira as coisas boas da vida, dê sua mão a Jesus e deixe que ele encha sua realidade de alegria, aceite o grandioso Amor que eu sei que ele tem por você!


Kisses, Thay ;*

3 comentários:

  1. A internet, as musicas, os livros, os filmes podem ser otimooos refúgios *-*
    Mas ainda prefiro ver os folhetos CVC com destino as Bahamas kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkk rachei!!!! Eu também sempre olho os folhetos!

    ResponderExcluir
  3. Esqueci de mencionar as fotos do Ian hehe

    ResponderExcluir