Feelings* Tudo o que eu reprimo

Tantas são as coisas que eu queria dizer, mas... eu não consigo. Não é que eu não possa, eu simplesmente me impeço de dizer, porque não consigo... essa coisa de "não posso" é apenas uma desculpa para o meu medo de dizer.
Tantas coisas ficam reprimidas, coisas não... eu diria que são sentimentos, sensações e ideias. 
Ah como eu gostaria de gritar para o mundo o quanto eu odeio injustiças e sim eu estou vendo essas injustiças! Como eu gostaria de dizer para certas pessoas "duas caras" o quanto a falsidade é ruim, ah como eu queria dizer com todas as letras o quanto eu morro de ciúmes do que tenho e principalmente do que eu não tenho, haha. E... ah, como eu gostaria de dizer que estou completamente... definitivamente perdida porque novamente fui nocauteada pelo meu coração, ou seja... mais uma vez me apaixonei, como eu queria dizer o quanto me sinto tola por mais uma vez ter caído nessa, sendo que sei exatamente o que isso me causa. 
Como eu gostaria de dizer que não ligo para opiniões vazias, como eu sei de tantas coisas e não sou tão boba quanto pensam. Ah... como eu gostaria de dizer que certas críticas só servem para me ajudar! Como eu gostaria de dizer que um dia todos que me subestimaram vão se surpreender. Como eu queria dizer que não sou obrigada a sorrir para quem eu não me dou muito bem. Como eu gostaria de dizer que podem dizer que é impossível, mas eu sei que é possível e vou provar que consigo. Como eu gostaria de dizer a mim mesma que eu mereço coisas boas, porque já sofri demais. Como eu gostaria de rir descaradamente de todas as coisas bobas que eu faço. Como eu gostaria de sair pulando e cantando pelas ruas. Como eu gostaria de sonhar acordada. Como eu gostaria de dizer que ainda acredito na sinceridade, no bom caráter, no amor. E ahhh como eu gostaria de dizer que sinto saudade, que não sou tão forte quanto pensam, que preciso de carinho e atenção, em certos dias. Como eu gostaria de dizer que sempre estive aqui, observando tudo quietinha. Como eu queria dizer que sempre estive pensando, orando para que tudo ocorresse da melhor forma. Que coisa... como eu  queria dizer que às vezes tudo o que eu preciso é de uma mão para segurar a minha. Como eu gostaria de dizer que estou completamente estressada com meus afazeres. Como eu gostaria de dizer que vejo certas coisas acontecerem para os outros e nunca para mim... e quando isso acontece, eu me sinto triste. Como eu gostaria de dizer que mesmo com todas as coisas ruins, eu sinto esperança e sim sou feliz. Como eu gostaria de dizer que todos os dias estou lutando comigo mesma. Como eu gostaria de dizer que eu preciso dos outros, que me importo, que faço de tudo para fazer as pessoas sorrirem, mas às vezes eu preciso sorrir e para isso, necessito delas. Como eu gostaria de dizer que eu amo... enfim, como eu gostaria de dizer que eu sinto.
Tumblr_lv0loz5ujh1r1opp9o1_500_large
Mas não... eu me calo e guardo tudo isso comigo. Essas coisas se acumulam e me deixam sufocada.
Eu reprimo tudo... por tantos motivos. Porque tenho que me manter forte, porque eu tenho que ajudar as pessoas, tenho que ser inspiração para elas. Não posso ajudar amigos, estando fraca. Guardo meus problemas no bolso e sou a fortaleza em pessoa para eles. Mas... às vezes, eu não sou tão forte quanto pareço, às vezes eu é que preciso de um ombro para chorar. Enquanto eles precisarem de mim, não quero incomodá-los com minhas lamúrias. Não grito contra as injustiças cometidas contra mim (grito sim contra as que fazem com os outros), porque não quero brigas, detesto brigas. Não digo que eu morro de ciúmes, que me apaixonei... porque... não digo que  preciso dos outros... porque não ... No fundo, a única verdade é que não digo por puro medo. Medo do que os outros vão pensar, medo de me machucar, medo de expor minha face, medo de deixar meu coração ganhar. Então... eu me bloqueio. No fim das contas, não são os outros que impedem de gritar, a única que barra o meu caminho... sou eu mesma.
Tenho medo de mostrar a minha profundidade, porque sim... sou insegura (e não tenho medo\vergonha de admitir isso para ninguém) e não quero afastar as pessoas de mim. No fim... eu preciso de uma fortaleza, no fim... eu sempre preciso de alguém que diga "eu estou aqui com você... eu me importo com você".
Eu me silencio e sabe... às vezes isso não é bom. Porque chega uma hora em que você explode, por conta do acúmulo de tantas coisas reprimidas.
Mas... eu sempre arranjo um meio de nunca guardar tanto só comigo. 
375776_251154038272415_100001334614944_641823_2108484432_n_largeEntão... é por isso que eu escrevo, é por isso que eu compartilho publicações no Facebook, é por isso que eu reblogo posts do Tumblr, é por isso que eu ouço músicas, é por isso que eu assisto filmes com finais felizes, é por isso que eu leio, é por isso que gosto de ouvir o que os outros tem a dizer, é por isso que eu gosto de ser amiga, ajudar os outros, ser a psicóloga, conselheira... ouvinte deles.
Porque eu me identifico com essas coisas e sem querer... com elas acabo dizendo tudo isso aí que estava reprimido. Eu acabo revelando o que não conto. Ás vezes, com a esperança de que leiam e descubram que eu preciso e o que eu preciso. Mas.. muitas vezes não entendem. Sim... sem querer, propago indiretas... mas não são só indiretas, são... fragmentos de mim, são coisas minhas.. coisas profundas que apenas quem me ama de verdade é que irá descobrir ou ao menos entender.
Mas..., tem alguém que me ouve sempre e que não se importa em ouvir tudo o que reprimo, alguém que conhece tudo o que eu sou, todos os meus sonhos, que sabe dos meus atos praticados ou apenas pensados, alguém que ainda assim me ama incondicionalmente e me dá os conselhos mais sábios, me ampara, diz "eu te amo, estou aqui e vou cuidar de você, acalme-se...vai dar tudo certo"... Esse alguém é DEUS.
Tumblr_lsfocl9uql1qg1ukzo1_500_largeGraças a Ele eu não sou uma bomba prestes a explodir de tanta coisa guardada!!! E eu sei que Deus está guiando os meus passos e me dizendo para não temer..., dizendo para eu não guardar tanta coisa só comigo... Assim... eu não guardo ... quando escrevo, quando leio, quando compartilho, quando canto... estou gritando tudo o que não consigo dizer claramente. Estou sendo eu... e quer saber... sou feliz com tudo.
Sou feliz pois sei que aos poucos estou me livrando do medo, do trauma, da insegurança... 
Por que temos medo de dizer o que sentimos? Não deveríamos nos reprimir tanto... é claro que não podemos sair falando o que pensamos o tempo todo, mas acho que os sentimentos bons ... deveriam ser expressos. Espero que você leitor... que aposto... reprime algumas coisas, se identifique com o post e possa se libertar de alguma forma. E acredite... você não está sozinho nessa... venha o que vier, Deus está conosco e isso é o que importa! \o






Kisses, Thay ;*

5 comentários:

  1. Concordo plenamente com o fato de reprimimos coisas para nós mesmos... Além disso, você tem toda a razão quando diz que não somos obrigados a sorrir para quem não nos faz bem e vários outros fatores.
    Além disso, creio que ser misterioso é de certo modo vantajoso, a sociedade fica de julgando o tempo todo:
    - o mais bem pago
    - o mais pegador
    - o mais pop do facebook

    e assim vai...
    De certo modo acho que você deveria separar um pouco Deus dos seus escritos...
    Seja religiosa, confie em Deus, mas separe um pouco o profissional do religioso...
    Apesar de eu não saber os caminhos que Deus está tracando para mim... Sinceramente não sei.
    Mas no final vai dá certo, e mostrarei que sou capaz e, diferentemente de você, eu não darei risada DISCRETAMENTE daqueles que não acreditaram em mim.

    ResponderExcluir
  2. Errata: Além disso redundante, não percebi ¬¬

    ResponderExcluir
  3. Olá anônimo! Eu concordo com você! A sociedade fala demais e pouca coisa se aproveita. Julgar os outros sem conhecer é muito fácil...
    Eu sou eu mesma e não estou nem aí para o que dizem (a menos que faça sentido).
    Quanto à questão religiosa, sinto muito... mas continuarei a mencionar Deus aqui SEMPRE, o blog para mim não tem nada a ver com 'profissional' e eu não posso separar Deus de nada da minha vida. Aqui eu escrevo minhas coisas, coisas do meu coração e nele sempre haverá Deus, sorry ;/
    Tenho certeza de que Ele tem um bom futuro para vocÊ, não diria futuro... diria presente! Aposto que você conseguirá mostrar que é capaz sim! Obrigada pelo comentário ;*

    ResponderExcluir
  4. Thaaay..
    esse post me feez lembrar do nosso diia de hojee.. *-*
    eu concerteza coloqueii pra fora tudoo que me repriimiiaaa..

    ResponderExcluir