Feelings* Quando a vida vira do avesso

Hi, my lovely friends! Eu estou com muita saudade de vocês D:
Minha vida tem estado muito corrida, desde o começo do mês de fevereiro. Acho que isso é extremamente bom! Nada como ocupar a cabeça para esquecer os problemas *-*
Bom, muita coisa aconteceu nesse tempo que se passou e, o post de hoje é exatamente sobre isso: mudanças. 
Algumas mudanças (a maioria) vem de súbito, nos pegam de surpresa! Outras são planejadas por nós mesmos. Mas, normalmente uma mudança implica em outra, é isso o que ocorreu comigo. 
Minha vida virou do avesso, de um jeito totalmente inesperado. É como se eu estivesse em uma montanha russa no escuro e de repente eu me visse diante de uma baita curva ou looping (acho que está mais para looping rs). É sempre assim, acontece algo bom em uma área da vida e em outra tudo desmorona. É impressionante ._.
As pessoas mudam a todo momento, mudam as atitudes delas conosco e depois nos perguntamos: Por quê? O que eu fiz de errado?
Quem você acha que se importa de verdade com você, às vezes, te decepciona. Você percebe que não se importa tanto assim, mas que coisa... você se importa!
Por outro lado, outras pessoas te surpreendem e parecem te dar mais valor do que aquelas pessoas que você pensava que te amavam de verdade.
Isso é triste, você perceber que alguém que você tanto ama e sente falta não te ama tanto assim. 
Desta forma, nos vemos diante de duas opções: continuar amando, valorizando e cativando as pessoas que não fazem o mesmo que a gente, ou abrir mão delas e seguir com a sua vida.
Os conselhos mais corriqueiros são aqueles que dizem: "deixa de ser idiota, pare de ficar se importando com quem não se importa com você!". 
É, mas eu não consigo segui-lo ... até o momento em que eu percebo que não precisam mais de mim e que não fazem a mínima questão de me cativar. Sabe, eu tenho amor próprio! Não costumo desistir de quem eu amo, mas a partir do momento que a pessoa me mostra que não quer receber o meu afeto, eu simplesmente faço a vontade dela.
Sumo.
Então, se eu sumir da sua vida... saiba que só fiz isso, porque você me mostrou que era assim que queria que ocorresse. 
Eu faço de tudo por quem amo, cativo e valorizo... mas preciso receber isso em troca, para saber que sou querida e não apenas aturada. 
Gosto de pessoas sinceras, não gosta mais de mim... fale isso na minha cara e sem rodeios. Eu vou entender, ninguém é obrigado a gostar de ninguém!
Digo isso para todos, amigos, parentes etc. 
Descobri que precisamos cuidar bem de nós mesmos, para podermos cuidar dos que amamos. 
Invistam em vocês, façam o que gostam e demonstrem amor por quem amam, cativem seus amigos, sua família, marido(a), noivo (a), namorado (a), amado (a), pessoas que você  não conhece, animais, plantas, objetos, lugares... cative a vida, o planeta Terra, o Universo. 
Não fique quebrando a cabeça pensando no que fez de errado para a pessoa que parece não se importar mais com você. Deus sabe o que faz. No final das contas, tudo tem um porquê. Enquanto isso, pense no seu futuro... nos seus sonhos e nas pessoas que estão ao seu lado.
Tudo sempre acaba se acertando (: 
A vida precisa virar do avesso e talvez o avesso seja o lado certo. 

2 comentários:

  1. Thay! Adorei o post!
    Realmente é uma situação complicada quando nos doamos tanto e no fim das contas, só somos desvalorizados pelo que sentimos/fazemos. Não digo isso reivindicando algo igual em troca, não é isso. Entendo que cada pessoa é de um jeito único, não tem como exigir as mesmas ações, sentimentos e etc, mas precisamos AO MENOS um pouco de reconhecimento, um pouco de motivação.

    Temos que nos amar acima de tudo, ter vontade própria e coragem para enfrentar todas as dificuldades!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou do post, Tami *-*
    Concordo com você, disse tudo!!

    ResponderExcluir