Book* Os livros mais marcantes da minha vida

Hi, guys!! Andei sumida, I know... sorry!! Minha vida anda meio louca  e bem, eu não estou conseguindo organizar bem os meus pensamentos haha. Anteontem, fiz uma mudança radical no meu visual, sim, estou parcialmente loira! Fiz muitos reflexos e não me reconheço no espelho O.o , mas até que gostei! Hoje, senti vontade de fazer esse post que há muito eu ansiava fazer: "Os livros mais marcantes da minha vida". De acordo com o "Skoob", eu li 168 livros haha (não tenho certeza de que seja só isso, talvez eu tenha lido mais e não lembro >.<), então fica meio difícil selecionar apenas alguns. No entanto, listei quais são aqueles que vira e mexe me voltam à mente e sempre serviram de guia para a minha vida. Não estão em ordem de importância, mas sim conforme fui lembrando. 


A saga "Harry Potter"
O que posso dizer? Todos, que acompanham o blog e me conhecem, sabem da minha paixão pelo fenômeno criado por J.K. Rowling. Já fiz vários posts declarando meu amor pela história do "menino que sobreviveu" e sobre o quanto esta influenciou minha vida.
Reitero aqui, que nunca fui o tipo de garota que gostava de ir para balada, sempre fui o tipo tímida, que queria ser invisível, CDF, certinha, reservada. Nunca gostei de todas as coisas que a juventude (a maioria, não todos) costuma gostar. Odeio bebida alcoólica, palavrões, baladas, "pegação" enfim, essas coisas todas. Sempre preferi a companhia dos livros, eu era MUITO reservada, mudei bastante haha. Na época eu tinha um problema com a minha auto-estima (aliás, eu tinha uma?) e não confiava em ninguém o suficiente para me abrir e mostrar o que eu era. Harry Potter me ajudou a superar essa fase difícil. 
Com o Harry e todo seu universo: eu me diverti, aprendi mais sobre o mundo, tomei ainda mais gosto pela leitura, obtive lições, adotei valores e principalmente conheci a mim mesma, percebi que eu era alguém especial... uma Hermione. Não há como explicar o quanto essa saga foi marcante para mim. Até hoje carrego as marcas das leituras.
HP me trouxe coisas mais empíricas também, como vários amigos (a minha melhor amiga "Pam", por exemplo), momentos de diversão, coragem de ir ao cinema sozinha haha etc.
Sou da geração Harry Potter e isso faz de mim alguém com muita sorte. Viver todos esses anos com os personagens dessa jornada contribuiu para a minha constituição como pessoa.


A série "O diário da princesa"
Outra série que me ajudou a enfrentar o duro período do início da minha adolescência foi "O diário da princesa". Passei dias lendo toda a coleção (10 livros, sem contar os especiais), encarando os dilemas da adolescência da Mia que tanto se parece comigo. Eu percebi que não era apenas eu que me sentia estranha, chateada por nunca ter tido um namorado e tal. Não era apenas eu que tinha que conviver com coisas difíceis, como o surgimento de um padrasto, o nascimento de um irmãozinho, a pressão na escola, o distanciamento do pai. A Mia me mostrou que eu poderia conseguir realizar meus sonhos e que ser eu,  não era tão ruim assim. Eu me diverti, me emocionei e mais que tudo, aprendi demais com essa série. Meg Cabot, só tenho a agradecer!!! Os melhores conselhos para lidar com essa tensa fase adolescente foram dados por essa autora diva, de forma extremamente maravilhosa! Tanto é que reli a série várias vezes, e até hoje releio algumas passagens. 


A série "Percy Jackson"
A série mais atual é a de "Percy Jackson", uma coleção de livros que me trouxe diversão, conhecimento e fortes emoções. Eu sempre quis ser uma guerreira (que nem a Mulan) e através da história contada por Rick Riordan, eu pude lutar contra os monstros mitológicos e salvar o Olimpo.  O melhor: aprendi um bocado sobre mitologia grega e romana!
Ri demais com o Cabeça de Alga! E pude conhecer uma versão semideusa da Hermione haha, Annabeth Chase *-*
Com certeza, levarei comigo todos os ensinamentos que o tio Rick transmitiu através dessa saga incrível.


"Luna Clara & Apolo Onze"
Esse livro é fofo demais! Lindo, curioso, delicado e bem escrito. Lembro que o li, quando eu tinha uns 11 anos de idade. Peguei-o porque uma amiga havia me indicado.
Já achei o livro interessante pela capa, de um lado o desenho de um menino e do outro lado, ao contrário, a face de uma garota. Eu realmente, preciso reler essa obra prima *-*
Me lembro que a história é mágica, conta o (des)encontro de Luna Clara e Apolo Onze. 
Embora, tenha lido há 8 anos, ainda guardo imagens dessa história linda. Destinos se cruzam, pessoas vem e vão, mas o que é verdadeiro sempre dá um jeito de voltar ;)
 
"O mágico de Oz"
Esse livro automaticamente me faz lembrar do meu pai *-* Papys sempre falava dessa história, era apaixonado por ela. Mas, eu só sabia que se tratava de um filme. Qual não foi minha surpresa ao descobrir que existia um livro!? Me lembro, que na 4ª série, a profª começou a distribuir livros (aqueles do Estado) e logo avistei maravilhada o título "O mágico de Oz", dei um jeito de conseguí-lo. Devorei-o rapidamente, em um dia. 
Me apaixonei ainda mais pela história da pequena Dorothy, que ao lado de seu fiel companheiro Totó, dá início a uma aventura com o simples objetivo de voltar para sua casa. Me diverti e aprendi muito com nossos amigos Espantalho, Homem de Lata e Leão Covarde *-* L. Frank Baum é meu ídolo *-* Me identifico demais com a Dorothy e revisito a estrada de tijolos amarelos sempre. Jamais esquecerei da aventura que vivi ao lado dessa garotinha que percebeu que não existe nada como o nosso lar. 


"Reinações de Narizinho"
HAHA, este foi o primeiro livro que li e contei a história dele (AQUI) ;)

"Saga Crepúsculo"
Hoje em dia, muitas pessoas atiram pedras em "Crepúsculo" (eu confesso que perdi o encanto pela saga), mas eu admito com orgulho que essa série de livros foi muito importante para mim. Li o livro antes do filme ser lançado e ter virado moda (mas não vejo problemas com a moda, o importante é que cada vez mais novos leitores surjam! Nem ligo se são posers ou estejam fazendo isso por modinha). Me apaixonei pelo Edward, fui a Bella, até porque me identifiquei demais com ela. Ler "Crepúsculo" me dava a sensação de que todas aquelas coisas poderiam acontecer comigo (exceto a parte vampiresca haha), eu acreditava que existia a possibilidade de aparecer um cara tão legal quanto o Edw, que me enxergasse, que visse a sem-graça no meio de tantas pessoas e achasse que ela fosse especial. O Edw era um sonho impossível que te seduzia a ponto de você achar que era possível. Fui feliz ao ler essa obra, porque em todo momento, vivenciei todas as emoções da Bella. Além disso, aprendi muito sobre várias coisas. Creio que todo livro tem algo a ensinar, não tem essa de um livro ser RUIM até chegar ao extremo de não contribuir em NADA. Gostei de todos os livros, mas o primeiro foi com certeza o que mais amei, esse é o marcante. Ganhei-o dos meus primos, uma prima minha também gostava *-* Eu era completamente LOUCA ALUCINADA pelo Edward haha, vocês não tem noção. Mas, sempre prestei atenção na personagem da Bella, que apesar de parecer ser meio sonsa (acho que no livro nem tanto, mas.. sabe Kristen Stewart, nada contra), reparei que na verdade ela é um exemplo de força e superação. 
Muitas pessoas zombam dos apaixonados, achando que o romance é um clichê dramático e fora do real. Mas, eu pergunto "você que critica, já se apaixonou de verdade?". Se a resposta for "não", ganhe o direito de ficar calado, não julgue... apenas faça isso quando souber o que é amar alguém. Só quem já passou/passa por isso tem noção do quanto é difícil.
Conforme fui crescendo, o encanto pela saga se quebrou. Descobri que não ia aparecer um Edward na minha vida, aliás, até apareceu mas ele fugiu de mim, legal. Mas, descobri que o Jack era mais interessante. Passei a ver o outro lado da história, os defeitos do vampiro perfeito começaram a ficar nítidos. Ora, ora... descobri que na verdade, o Edward era uma ilustração do cara que parece ser perfeito, mas na verdade é um problema tremendo.
E que se eu quiser ser a heroína da minha história, vou ter de batalhar por mim mesma.

"A princesinha"
Já escrevi um post apaixonado (AQUI)


"O mundo de Sofia"
Digo o mesmo (AQUI)


A série "Fazendo meu filme"
Está aí outra série recente que já se tornou marcante. A Paula Pimenta é a Meg Cabot brasileira *-* Veja (AQUI)


"Orgulho e Preconceito"
A Jane é diva demais!!!!! Se tem alugém que admiro como escritora e pessoa, esse alguém é Jane Austen. Me identifico tanto com ela e com as personages de seus livros maravilhosos! Meu preferido é "Orgulho e Preconceito" (mas "Persuasão" fica em 2º lugar), me apaixonei com a história da Lizzie e do inesquecível Mr. Darcy.
A história não é piegas, pelo contrário, é bem diferente dos romances que eu já havia lido. Tudo começa com antipatia por parte dos dois e vejam que inovação, o mocinho é odiado logo no início! O mais interessante do livro é que você vai descobrindo como as personagens são de verdade, vamos retirando as camadas aos poucos e o que permite que isso aconteça é o Amor *-* 
Suspiro demais com a história mais improvável que acabou dando certo. Lizzie foi minha inspiração, sempre amei as mocinhas que se mostravam à frente de seu tempo.
Sem contar, que como eu já mencionei, acho que nasci em outra época. Amo ler histórias ambientadas no século XVIII, em que havia jantares, bailes e sarais nas casas. 
Lizzie e Mr. Darcy não são adolescentes extraordinários, mas são pessoas comuns com defeitos e qualidades, mas exatamente por serem quem são, tornam-se tão especiais e inesquecíveis.
Com a Jane, eu aprendi que às vezes é preciso abrir mão do orgulho e do preconceito para poder ver a vida sob outros ângulos. Ahh, e o mais importante..., não adianta ficar reprimindo sentimentos, se sente algo... fale!


"Sussurro"
Patch *-* Patch *-* Quando você não tem muitos referencias de caras incríveis na vida real, você os procura onde? Nos livros, yeah!! Comecei a ler "Sussurro" sem querer, e quando li sobre o Patch.. foi amor à primeira lida!. O mais incrível é que ele não é do tipo mocinho perfeito que faz de tudo pela mocinha. Patch é mais real, quando precisa ele enfrenta a Norah, tem suas próprias opiniões e não deixa que a personalidade auto-suficiente da garota extravase, até porque só quer ver o bem dela. Falo dele, porque Patch é realmente o que foi marcante em "Sussurro". Ele seduz com o jeito bad boy, mas ao mesmo tempo anjo *-*
Sem contar, que a Norah também lembra a mim mesma...
Não é a história que me marcou e sim as personages e o modo como elas se relacionam. *--* Graças ao Patch, aprendi a lidar com certas pessoas do meu próprio cotidiano.


"Diário de uma paixão"
Há uma ligação forte entre minha vida e esse livro, eu não sei exatamente porque, mas percebo que há.  A história de Allie e Noah com certeza me marcou demais!! Chorei, me emocionei, sorri com a doce e profunda obra de Nicholas Sparks.
Eu acredito no amor verdadeiro, aquele que supera distâncias, empecilhos...
Entre encontros e desencontros, o amor verdadeiro sempre ressurge, ainda maior.
Acreditem, graças a esse livro e à minha BFF Pam, eu descobri quem eu amava de verdade. Foi como se a ficha caísse, depois de anos. Eu não havia percebido que gostava tanto dessa pessoa e jamais tinha contado a ela o que eu sentia. Tínhamos nos afastado, como Allie e Noah (mas não passamos de amizade rs). A partir daí, resolvi ir até ele novamente e... foi muito bom! 
Não sei que fim terá a história, mas eu espero que seja um final feliz como o dos personages do Nick.


Por hoje é só , pessoal! Farei a parte II ;) Fiquem ligados!



6 comentários:

  1. Nossa, muitos livros bons.
    Ainda não li nenhum de hp, mas adoro os filmes.
    Tou terminando Paula Pimenta.
    Agora, Percy Jackson é mara. Terminei de ler recentemente e tou encantada!
    O mundo que esses escritores maravilhosos nos proporcionam é simplesmente incrível...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia HP, é muuito bom!! *-*
      Me conte o que achou do fim de FMF, depois ;D
      Realmente, também me encantei com PJ. Siim, siim concordo totalmente com você, esses mundos são simplesmente mágicos.

      Excluir
  2. Eu adicionaria a lista as sagas Os Herois Do Olimpo, As Cronicas dos Kane e Jogos Vorazes e o livro Alice no Pais das Maravilhas esse livro me marcou, foi o primeiro que eu li!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou louca para ler As Crônicas de Kane *-* Comecei Jogos Vorazes e estou gostando bastante também!! Começou muito bem então hein? Alice é show!

      Excluir