Books* Retrospectiva Literária 2012

Hi, my friends!! Como estão? Aproveitaram bem o Natal? Se preparem que o Ano Novo vem aí! 
É hora de fazer minha retrospectiva literária! Bom, esse foi um ano em que li MUITO! Nossa, talvez seja o ano em que eu mais li! Tive o incentivo de amigos e dos meus professores, é claro haha.
Bom, vejamos...

- A saga de Percy Jackson inteira , do tio Rick Riordan (exceto o livro 1 que eu já havia lido.)
No total temos 5 livros, pois li também Os Arquivos do Semideus.
Primeiramente, fui incentivada pela minha BFF Pam, que leu toda a saga e ficava me fazendo inveja. Depois fui desafiada por um certo Cabeça de Alga, no fim das contas acabei lendo tudo em tempo record! 

- Os dois primeiros livros de Os Heróis do Olimpo (O Herói Perdido e Filho de Netuno) , também do tio Rick.
Mais uma vez fui desafiada e tive que ler, em meio às mil e uma leituras da faculdade!

- A série Fazendo Meu Filme, da Paula Pimenta
AMEI!!!

- Anna e o Beijo Francês, de Stephanie Perkins
Ganhei de presente da Pam!

- O Menino do Pijama Listrado, de John Boyne
Simplesmente INCRÍVEL!


- Crescendo, de Becca Fitzpatrick
Não gostei, achei que a história perdeu a mágica que possuía. Aliás, já comecei a perder o gosto pela série, a partir do segundo livro. Em Crescendo, a Nora parece ter se tornado outra pessoa e o Patch está mais molenga que o Stefan e o Edward juntos.

- Querido John, de Nicholas Sparks
Chorei, amei e odiei. Haha, parece impossível sentir tantas coisas ao mesmo tempo, não é? Mas é verdade, gostei muito da história, mas discordei do fim (como sempre discordo, tratando-se de Nicholas Sparks).

- O Cavalo e seu Menino, de C.S.Lewis
Esse é o terceiro livro da saga de As Crônicas de Nárnia. Gostei bastante!

- E não sobrou nenhum, de Agatha Christie
Anteriormente chamado de O Caso dos Dez Negrinhos, esse livro me deixou tão intrigada que acabei lendo tudo em apenas uma tarde! Não sei por que raios resolveram mudar o título, acho que isso acaba gerando ainda mais preconceito.

- Droga de Americana, de Pedro Bandeira
Ahh, o tio Pedro sempre me conquista. A leitura da série Os Karas é gostosa e intrigante.

- Cristianismo Puro e Simples, de C.S.Lewis
MUITO BOM! Eu estava louca para lê-lo, até que a Cris fez a gentileza de me emprestar! Devorei o livro rapidamente, aprendi um montão de coisas e fortaleci a minha fé! A obra é deveras interessante, afinal Lewis era ateu e acabou se convertendo graças ao Tolkien!

- A Abadia de Northanger, de Jane Austen
AMEI!! A Jane me fascina sempre!

- Tempo de Esperas, Pe. Fábio de Melo
Lindo e dotado de um poder incrível de nos fazer refletir e ver as coisas simples da vida.


- A Arte da Palavra, de Gabriel Perrisé
Acabei de lê-lo em dois dias, na casa do meu primo. O autor fala sobre a arte de escrever com tanta paixão, que acabamos sentido imensa vontade de lapidar palavras aos quatro cantos do mundo.


*Livros para a Unicamp
(Literatura e Direito)

- Crime e Castigo, de Dostoiévski
No começo achei meio monótono, mas depois me encantei! Tanto é que escolhi esse livro para fazer fichamento da disciplina.

- O Processo, de Kafka
Odiei! Foi uma dureza ler o livro inteiro, sofri para ler cada página. A história não me cativou, o estilo de escrita a mim pareceu extremamente monótono e massante.
- É isto um homem?, de Primo Levi
Foi simplesmente INCRÍVEL ler sobre a experiência de uma vítima do holocausto. Esse também foi um dos livros que escolhi para fazer fichamento (que no final das contas, acabou parecendo mais com um ensaio).

- Antígona, de Sófocles
Muito interessante, faz parte de uma trilogia (preciso ler o resto!). A tragédia é recheada por temas deveras interessantes, principalmente acerca da mulher. A Antígona foi uma das primeiras heroínas da literatura.

- Eumênides, de Ésquilo
Esse também faz parte de uma trilogia, conta a história do primeiro julgamento. Desde essa época percebemos que a justiça não é assim tão justa quanto pensamos.

- Na Colônia Penal, de Kafka
Trata-se de um conto curto e bem peculiar, eu gostei de lê-lo. Mas devo avisar que se trata da história de um estrangeiro que vai até um local ver como as pessoas são executadas. A máquina de tortura é bem interessante, na aula tiramos várias coisas acerca do conto. É o tipo de história que nos permite refletir bastante.

- A Sonata Kreutzer, de Tolstói
Muito bom! O livro é curto, mas traz em si questões intrigantes. Trata-se da história de um homem que comete assassinato por conta da suspeita de uma traição.


- Sobrevivente André Du Rap, de André Du Rap
Nunca pensei que fosse gostar de um livro desse tipo, pois se trata do depoimento de um ex-presidiário do Carandiru. Me espantei, pois amei tal leitura. É realmente muito bom ampliar os horizontes e ler coisas tão diferentes das quais estamos acostumados. Ver o mundo a partir da perspectiva de alguém que ficou preso numa penitenciária, é sem dúvida uma experiência imperdível. 

(Literatura - Prosa e Ficção)

- Retrato de uma Senhora, de Henry James
Um pouco lento, mas muito bom! Me identifiquei demais com a protagonista Isabel Archer, mas depois fiquei morrendo de raiva dela! A moça tem em mente planos de independência e de repente se vê caindo em uma armadilha terrível. Nós discutimos muito sobre tal obra, sairam questões extremamente interessantes. Aliás, preciso fazer um post sobre esses livros da faculdade.

- Ulysses, de James Joyce
Esse foi o troféu do ano! Eu estou me sentindo realizada por ter conseguido ler tudo (entender é outra história haaha, aliás... será que dá para entender?). Foi uma leitura desafiadora, o livro é composto por 18 diferentes estilos de escrita. Joyce é absolutamente insano na escrita (e talvez na vida haha), você se vê diante de um labirinto de palavras. No começo eu queria abandonar o livro, mas depois me vi presa pelos desafios e "segredos" deste. Pois a obra contem mil e uma coisas que podem ser investigadas e analisadas, eu simplesmente amo investigar! Tanto é que acabei fazendo um trabalho de 20 e tantas páginas sobre Ulysses. Trata-se da experiência de entregar-se à leitura sem querer compreender, pois tudo (e nada) é incompreensível.

- O Som e a Fúria, de William Faulkner
Muito legal! Esta aí outro livro que permite que o leitor tenha uma experiência peculiar. A obra é divida em quatro partes. A primeira é narrada sob a perspectiva de um membro da família Compson, que é deficiente mental. É muito interessante ler as lembranças embaralhadas, os acontecimentos sem lógica, as percepções etc. A segunda é feita por um homem prestes a se suicidar. A terceira pelo irmão destes dois, um sujeito racional e frio e por fim, a última é contada por um narrador onisciente com foco narrativo na serva da família. Sem contar que a obra não segue ordem cronológica, sendo as partes datadas em diferentes e não-lineares épocas. Isto é, só entendemos o que aconteceu lendo pouco a pouco as partes. O leitor é jogado nas lembranças dos personagens como se, de fato, estivesse na cabeça destes e soubesse de tudo o que havia acontecido.

(Interpretação)

- Seis Passeios pelos Bosques da Ficção, de Umberto Eco
Muito bom para entender a escrita da ficção! O Eco aborda várias técnicas narrativas e muitas outras coisas que permeiam o universo ficcional. Sem contar que ele traz exemplos bons sobre o que aborda, falando sobre o modo como os autores utilizam flashbacks e flashfowards para cativar o leitor e prendê-lo à leitura.

- Os Segredos dos Roteiros da Disney, de Jason Surrell
Fantástico!! O autor roteirista da Disney conta sobre o processo de criação das grandes produções cinematográficas desse universo mágico. Além disso, dá várias dicas de como podemos escrever nossas próprias histórias encantadas a partir do exemplo de Walt Disney e outros roteiristas da companhia.


Uau, quantos livros (isso sem contar os livros mais técnicos do meu curso, como aqueles que falam sobre Léxico, Semântica, Psicologia..etc)! Haha, mas minha lista de leitura para 2013 já está gigante! Que venham mais leituras! 
Quem quiser conferir mais, pode acessar meu perfil no Skoob ;) 

E vocês, quantos leram?

Nenhum comentário:

Postar um comentário