Movie* Os Miseráveis

Hi, my lovely readers! Eu estava LOUCA para assistir Os Miseráveis, não resisti e acabei conferindo-o pela internet mesmo. Vamos ver o que achei do musical?

Os MiseráveisSinopse

Adaptação de musical da Broadway, que por sua vez foi inspirado em clássica obra do escritor Victor Hugo. A história se passa em plena Revolução Francesa do século XIX. Jean Valjean (Hugh Jackman) rouba um pão para alimentar a irmã mais nova e acaba sendo preso por isso. Solto tempos depois, ele tentará recomeçar sua vida e se redimir. Ao mesmo tempo em que tenta fugir da perseguição do inspetor Javert (Russell Crowe).

Fonte: Adoro Cinema

Esse musical é simplesmente FANTÁSTICO! Woow, eu nunca fiquei tão impressionada com um filme desse tipo!
São raríssimas as falas em que os personagens não estão cantando, então o espectador pode deliciar-se com a música o tempo inteiro. 
O filme se inicia com vários prisioneiros entoando uma canção de que gostei muito, entre estes encontra-se o ilustre Jean Valjean. O protagonista ganha liberdade condicional, mas é maltratado por todos, por se tratar de um pobre prisioneiro.
No entanto, depois de apanhar... um padre o acolhe e lhe dá o que comer, além de um lugar para dormir.
A mente de Valjean está recheada de muita dor e revolta contra tudo e todos, creio que principalmente, em relação a Deus e à sociedade hipócrita que o condenou tanto, por ter roubado um mísero pedaço de pão para sua sobrinha que estava morrendo.
O homem está desesperado, o sofrimento corroeu suas esperanças e endureceu seu coração. Assim, Valjean, num ato de desespero, rouba objetos valiosos do padre e foge.
A polícia o captura, mas para surpresa de Valjean... o bondoso padre o livra da prisão.
Desta forma, nosso herói conversa com Deus e decide mudar de vida, recuperando todos os sentimentos e valores que outrora tivera, ele rasga seu documento de prisioneiro e ... Anos se passam.
Conhecemos a corajosa e sofredora Fantine (vivida pela diva Anne Hathaway), uma trabalhadora que dá tudo de si (literalmente) para poder sustentar sua filha Cosette que vive sob a tutela de um casal de trapaceiros sem vergonha na cara (mas que são extremamente engraçados, interpretados muito bem pela diva Helena Bonham Carter e Sacha Baron Cohen).
Mas a vida é dura com a moça, algo inesperado acontece... e a partir daí, só vemos desgraças ocorrendo com ela... o que me angustiou bastante.
Nesse momento do filme, Anne Hathaway entoa a clássica I dreamed a dream.
Eu chorei HORRRORES!
Ela atuou de forma brilhante, podemos sentir a emoção da personagem e da canção, em uma sincronização perfeita.
Destinos se cruzam, coisas inesperadas acontecem... 
Não vou contar o quê!!! Haha...
Mas posso dizer que Valjean torna-se uma pessoa importante e de coração bondoso, de alguma forma... ele acaba com a guarda de Cosette (que depois de grande, é interpretada pela linda Amanda Seyfried).
O enredo então, mostra o contexto da França... prestes a sofrer outra revolução. Os jovens e o povo se veem revoltados com aqueles que detém o Poder. 
As injustiças serão cessadas? O povo conseguirá a liberdade e igualdade?
Creio que o conteúdo do musical me mostrou uma bela crítica ao Sistema, eu também fiquei indignada com a atitude dos poderosos em relação aos humildes! Não pude suportar as coisas as que o povo tem de se sujeitar, enquanto a elite vive de regalias! Fantine.. oh, será uma personagem marcante para mim. Sua trágica vida foi tão trágica, só porque não nasceu em berço de ouro.
Por outro lado, me compadeci com a personagem Eponine (filha do casal que "cuidou" de Cosette, enquanto esta era criança)... O papel dela é tão emocionante! Me identifiquei um pouco. A moça ama o personagem Marius, mas este é apaixonado por Cosette..
Gente, a canção dela é totalmente... algo que eu cantaria haha!
Acho que todos já estivemos nessa situação, amor não correspondido... 
Mas o fim de Eponine é ... como diz a canção de Taylor Swift " sad beautiful tragic".
Porém, a meu ver, ela é uma das grandes estrelas desse musical!
O final é lindo!!! Chorei de novo...
Pela primeira vez, não fiquei prestando mais atenção no casalzinho da trama (Cosette e Marius) do que nas grandes histórias em volta rs.
As vozes dos atores são realmente música para os ouvidos. Gostei da interpretação de todos. Até mesmo a praga do inspetor Javert é um personagem cativante.
No final das contas, acho que no coração de cada um que assistir.. fica a mais bela mensagem de todas.
Ame, sonhe e lute sempre pelo amor (seja por seus familiares/amigos ou pelo seus companheiros, seres humanos...).
Assistam!!!! O filme estreia hoje nos cinemas de todo o Brasil!

P.S: Eu hei de ler o grande livro escrito por Victor Hugo! Oui!


Eis aqui a canção interpretada divinamente pela Anne:


P.P.S: Aqui estão alguns dos prints que fiz:






Nenhum comentário:

Postar um comentário