Book* Extraordinário - R. J. Palacio

Hi, my lovely readers! Espero que estejam todos bem!
Ontem terminei de ler "Extraordinário", livro que ganhei da minha amiga Flávia!

Sinopse
August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.
Fonte: Skoob

Esse é um dos livros que com certeza lerei com meus futuros alunos! 
De início, o livro é narrado pelo próprio Auggie. Assim, somos introduzidos ao seu mundo e também criamos o desenho do seu rosto, a partir das descrições feitas pelo menino. Auggie está prestes a encarar um grande desafio: entrar para a escola. 
Ele entra para o quinto ano, morrendo de receio em relação à nova experiência. O diretor do Ensino Fundamental II, Sr. Buzanfa (sim, esse é o nome dele kkkkk) é muito gentil!! Ele convoca três alunos para mostrar a escola para o Auggie. Dentre eles estão Jack e Julian, o segundo é um tremendo imbecil que causará muitas coisas ruins ao nosso protagonista.
Dessa forma, vamos acompanhando o dia-a-dia do Auggie, vendo o quanto é difícil ser ele e também refletindo sobre o quão corajoso o garoto é. A autora explora muito bem a questão do bullying, o livro passa uma mensagem brilhante sobre esse problema que atinge muitas crianças, adolescentes e até mesmo adultos. Nos sentimos na pele do Auggie e isso faz toda a diferença. O que você faria se tivesse o rosto deformado? Como você seria internamente? Como enfrentaria o preconceito, os olhares, os não-olhares etc? O que você faria se o seu filho/irmão/primo/pai/amigo/colega fosse como o Auggie? 
Outra coisa extremamente legal é que o livro é alternado de acordo com diferentes pontos de vista. Temos um capítulo narrado pela Olivia (irmã do Auggie), personagem que eu gostei muito; outro narrado pelo melhor amigo do garoto etc. Assim, podemos ver o garoto sob diferentes pontos de vista. Vemos o quanto Auggie é divertido, inteligente, compreensivo.. extraordinário. 
Ele enfrenta muuitos problemas na escola e na família, mas tais obstáculos fazem com que ele cresça enquanto pessoa e ensine um bocado de lições para seus amigos e familiares, bem como para nós leitores.
À parte isso, também temos contato com os dilemas da Olívia que acabou de entrar no Ensino Médio e tem de lidar com toda essa questão do Auggie.. Ahh tem também a Daisy, cachorrinha da família!
Uma curiosidade: o Auggie é descendente de brasileiros.


Eu amei esse livro de paixão, achei a história muito bonita!!! Aprendi muito com a obra. A aparência realmente não vale muita coisa, o que vale mais é o que você tem por dentro. Não adianta ser por fora bela viola e por dentro, pão bolorento. As pessoas são muito mais que a sua aparência exterior. Nós não podemos escolher nossos genes, mas podemos escolher nosso caráter. A beleza é relativa. 
Temos de parar de julgar o livro pela capa e as pessoas pelo rosto. Além disso, é muito importante ter empatia e respeitar todo mundo! A amizade e a família tem o poder de amenizar qualquer sofrimento.
Um ponto bem frisado no livro foi a "gentileza"! Como disse o Sr. Buzanfa, se todas as pessoas fossem mais gentis que o necessário, o mundo seria um lugar bem melhor! Vamos exercer a gentileza, pessoal!!! 
Esse livro é realmente Extraordinário.

P.S: Todo mês, um dos professores de Auggie passa um preceito na lousa. Eu realmente ameei todos eles. Gostei bastante do fato de a autora ter inserido no fim do livro, os preceitos de alguns dos alunos da turma!

Quotes:

"Agora, pensando bem, não sei por que fiquei tão estressado com isso. É engraçado como às vezes nos preocupamos muito com uma coisa e ela acaba não sendo nem um pouco importante."

"Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.”

"A grandeza não está em ser forte, mas no uso correto da força... Grande é aquele cuja força conquista mais corações pela atração do próprio coração."

"O legal de crianças pequenas é que elas não dizem coisas para tentar magoar você e, mesmo que às vezes façam isso, não sabem o que estão falando. Quando elas crescem, por outro lado... sabem muito bem o que estão dizendo." 

"Não precisamos dos olhos para amar, certo? Apenas sentimos dentro de nós. É assim no céu. É só amor. E ninguém se esquece de quem ama."

"Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil"

"Deveríamos ser lembrados pelas coisas que fazemos. Elas importam mais que tudo. Mais do que aquilo que dizemos ou que nossa aparência. As coisas que fazemos sobrevivem a nós."

2 comentários: