Book* Um Dia - David Nicholls

Hi, my lovely readers!
Quando fui ao médico com a minha mãe, não imaginei que fosse voltar para casa com um livro! Eu e a mamys passamos na Americanas e eis que eu vejo o livro "Um Dia" com aquela capa linda de efeito vintage, com a diva Anne Hathaway envolvida em um doce beijo com o lindo Jim Sturgess. Não resisti, o livro me chamou e acabei levando-o! Estava apenas R$ 19,90! Foi uma das melhores aquisições do ano! Não imaginei que naquele momento, estava comprando o "livro da minha vida".


Sinopse
Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.
Fonte: Skoob

O livro se inicia no dia 15 de Julho de 1988 com Dexter e Emma conversando deitados juntos na cama de Emma. Eles acabaram de se conhecer e dialogam a respeito do futuro, sobre o que farão depois que a faculdade oficialmente acabar. Assim, conhecemos mais os dois personagens. Dexter é bem de vida, sossegado e tudo o que quer é ser feliz e aproveitar bem todos os seus dias. Emma é profunda, envolvida em causas sociais, amante das artes. Porém, eles são muito mais do que isso, conforme vamos acompanhando no decorrer do livro. Emma tem uma queda por Dexter e o moço parece sentir algo por ela, porém não sente ímpeto de iniciar um relacionamento. Dessa forma, surge uma grande amizade.
A partir daí, vamos acompanhando um dia a cada ano da vida dos protagonistas (sempre o especial dia 15 de Julho). Em escreve longas e detalhadas cartas para Dex, enquanto ele envia cartões postais com frases empolgadas. O tempo vai passando, enquanto Dex viaja pelo mundo, Emma arranja empregos que a deixam infeliz. Ela está com um diploma na mão, mas não encontra oportunidades boas de trabalho. Mora em apartamentos ruins, divide quarto com sua antiga colega de faculdade etc. Dex se diverte, arruma várias namoradas e affairs. Mas eles permanecem amigos. E o rapaz sempre pensa na Em, sempre a deseja por perto, fazendo parte da vida dele de verdade. Porém, não diz isso para ela. Em continua pensando nele e até deixa algumas indiretas na carta que escreve. Dexter prefere não dar muita atenção aos seus sentimentos por Em e seguir o seu caminho, cair na gandaia, beber todas e conhecer novas mulheres deslumbrantes.
Mas de um jeito ou de outro, os sentimentos verdadeiros sempre acabam aparecendo e são mais fortes do que qualquer tentativa de reprimi-los. Gosto muito do modo como Dex se preocupa de verdade com a Em, ele gosta dela de um jeito muito bonito, dá para perceber no modo como o autor descreve a personagem, sob o ponto de vista de Dex. Os dois sempre são muito sinceros um com o outro, Em diz umas verdades para Dex e vice-versa. Ela não é do tipo que fica puxando saco, tentando agradar, elogiando, do tipo modelo de revista... A moça nunca deixa de ser ela mesma.
Quando eu li uma das cartas que Dex escreve para Em, soltei um gritinho de surpresa. O tal grito indicava uma identificação instantânea com a personagem. O rapaz escreveu o seguinte:

“Acho que você tem medo de ser feliz, Emma. Parece que pensa que o caminho natural das coisas na sua vida é ser triste, sombria e macambúzia, e odiar seu emprego, odiar o lugar onde mora e não ter sucesso nem dinheiro, e Deus a livre de um namorado (e uma pequena digressão aqui: esse negócio de não se achar bonita está ficando chato, vou te dizer). Na verdade vou mais longe: acho que você gosta de se sentir frustrada e ter menos do que queria ter, porque isso é mais fácil, não é?”

Nossa, parecia que ele estava escrevendo isso para mim!!!!!
Emma e eu somos muito parecidas! Haha
Dá uma agonia ao vê-la trabalhando em um restaurante mexicano, quando sabemos que ela tem potencial para muito mais. Fico ainda mais ferrada da vida com Dexter, por não perceber o que realmente sente por Em. Mas acho que foi bom assim.
E assim o livro segue, com encontros e desencontros, burradas enormes de Dexter, deslizes de Emma, aproximação dos dois, distanciamento.. Dex namora com várias mulheres, Emma namora com Ian...Mas nenhum deles realmente se sente feliz. Falta algo, mas o quê?
Acho tão lindo quando Dex sente falta da Em, pensando: poxa, que coisa legal, queria contar para a Em!
É uma amizade tão linda e real... Pois é permeada por brigas e momentos de puro amor.
Eles passam meses sem se falar, mas mesmo assim.. não deixam de amar um ao outro.
Sabe quando tem alguma pessoa que é insubstituível? Alguém com quem você consegue conversar direito e ser você mesma? Alguém com quem você briga, passa meses sem falar e ainda assim voltam a conversar como se nada tivesse acontecido e não consegue odiar? Alguém que você tem certeza de que tem de estar ao seu lado para sempre, alguém que não tem medo de dizer o que você está fazendo de errado? Alguém que te conhece bem, que sabe do seu melhor e do seu pior e ainda assim te ama pelo que você é? Alguém que você tenta manter afastado, mas mesmo assim permanece com você?
Pois é... Em e Dex, Dex e Em.
Dex pode (por exemplo) até se casar, ter uma filha, Emma se mudar para a França... mas mesmo assim, eles se encontram, conversam e se apaixonam outra vez.
O final é simplesmente MARAVILHOSO e EMOCIONANTE! Eu fiquei triste com um certo acontecimento, mas acho que foi necessário para a história poder ser o que é. 
O legal é que depois do acontecimento fatídico, descobrimos o que aconteceu no dia seguinte após Emma e Dexter terem passado a noite juntos. Como eles se tornaram amigos e não perderam o contato?
Esse livro é de uma profundidade incrível. É muito interessante notar o desenvolvimento das vidas de Em e Dex. Além disso, o livro é muito inteligente! Envolve dramas, dilemas da vida adulta, amor, amizade e ...bem.. vida.
15 de Julho se tornou um dia especial para mim. Não há como descrever toda a beleza desse livro.
Acho que é o meu romance favorito de todos os tempos! 




Até fiz um desenho de tão apaixonada pela história que estou!


Nenhum comentário:

Postar um comentário