Dorama* Personal Taste

Hi, my lovely readers!! Ai ai, hoje assisti o último episódio do K-Drama "Personal Taste"!
Eu já tinha ouvido falar muitoo desse dorama! Até que baixei uma música de sua trilha sonora! Devo dizer que o que mais me chamou atenção na "imagem de capa" da música foi o Lee Min Ho (lindo, maravilhoso) kkkk Posteriormente, uma amiga me falou de "Personal Taste" em um dia na biblioteca da faculdade e, nesse mesmo dia, me mostrou um clipe lindo no qual apareciam os protagonistas.
E, finalmente, graças a super indicação da minha amiga xará, resolvi começar a assistir!!

De início, conhecemos Park Gae In, uma destrambelhada e desleixada designer de móveis. Gae In se prepara para um dia que promete ser bom, veste a primeira roupa que encontra pela frente e prende o cabelo em um rabo de cavalo desajeitado. Enquanto isso, o determinado e metódico arquiteto Jeon Jin Ho se prepara para um dia decisivo em sua carreira. É assim que toda a história começa...
 O primeiro contato entre os dois é desastroso! Ambos se irritam um com o outro e depois do encontro "por acaso" seguem suas vidas, achando que nunca mais encontrarão um ao outro.



Gae In se sente animada com a perspectiva de vendas de seus móveis para pessoas solitárias, além disso, recebe flores de seu namorado - o também arquiteto e grande inimigo de Jin Ho, Han Chang Ryul.
Jin Ho também se sente confiante diante da apresentação de um projeto para uma grande empresa.
Porém, tudo acaba dando errado para os dois.
A vida de Gae In desmorona.. termina o namoro, descobre traições de pessoas que ela nem imaginava que pudessem traí-la, se vê endividada e sem saber o que fazer.
O projeto de Jin Ho não dá certo e ele se vê diante de uma situação complicada: sua empresa está prestes a falir.
As vidas de Jin Ho e Gae In acabam se cruzando mais uma vez. De alguma forma, por um interesse em relação ao trabalho, Jin Ho acaba indo morar na casa de Gae In (o nome da casa é "Sanggojae" - sim a casa tem um nome kkkk - a qual se constitui como uma grande obra de arquitetura). A moça só permite que ele seja seu inquilino por pensar que ele é gay. Nesse momento, iniciam-se todas as grandes confusões da trama. Eu ri demais com todas as situações entre Jin Ho e Gae In! Além disso, o sócio do protagonista e a melhor amiga de Gae In são hilários! Os dois aprontam cada uma!
Nos primeiros dias em que Jin Ho começa a morar na casa, eu realmente pensei que a convivência com Gae In seria impossível. A moça é o oposto do rapaz. Ela é desajeitada, relapsa, desleixada e tem um coração muuuito mole (eu diria que é um coração realmente bom). Isso me lembrou eu alguém, sério! Gae In se veste com umas roupas muito estranhas, não limpa a casa direito, é desorganizada, confia em todas as pessoas facilmente e não se valoriza. Eu me identifiquei, porque eu costumava ser desse jeito (há uns 5 anos atrás)...e ainda tenho problemas com os dois últimos itens. Por outro lado, Jin Ho é organizado, determinado, confiante e durão (mas dá para perceber que ele tem um grande coração, o qual não costuma abrir muito). Maas, Jin Ho e Gae In acabam criando uma amizade realmente muito bonita. Os opostos realmente se atraem. Jin Ho ajuda Gae In a modificar algumas coisas em sua vida. Ele a questiona e faz com que ela se desestabilize para que, dessa forma, descubra o que faz de errado e o que deve enfrentar.
Gae In acabou se ferrando muito porque confia facilmente nas pessoas e sacrifica suas vontades em prol dos outros. Jin Ho ensinou-a a ser forte, confiante, determinada, organizada, cuidadosa consigo mesma.... ele a fez ver o potencial que possuía. Gostei tanto disso! E senti uma familiaridade tremenda com a situação!
Mas o incrível é que Gae In jamais deixa de ser uma pessoa de coração amoroso e bondoso. Continua sendo ela mesma. Jin Ho me encantou desde o início, eu tenho uma grande queda por personagens no estilo do dele.. haha durões, determinados e tal. E vou dizer uma coisa, eu quero o Lee Min Ho (o ator que interpreta o Jin Ho) pra mim!! Enfim kkk deixa eu parar com a tietagem e voltar à resenha.


E, além de tudo isso, há o grande conflito entre Jin Ho e Chang Ryul! Apenas um dos dois será selecionado para arquitetar a galeria de arte "Dam Art Center"! Ambos tem uma rixa desde que eram novinhos, porém, isso apenas ocorreu por conta do mal caráter do pai do Chang Ryul!
Em cada episódio acontecem várias coisas interessantes, engraçadas, emocionantes... A história é muito bem construída! Achei tão fofo o modo como Gae In e Jin Ho vão se apaixonando ao longo da trama... Os conflitos também são muito bons!! O oscar de b*tch do ano vai para a Kim In Hee "amiga" da Gae In.
Menção honrosa para o diretor Choi, ele é muito gente boa !! Devo dizer que me surpreendi com diversas descobertas! O fim me deixou afoita!! Sem contar que eu chorei horrores! Eu tive vontade de dar na cara do Jin Ho, minha nossa, por que ser tão cabeça dura!! O Chang Ryul é aquele tipo de cafajeste que não consegue ser cafajeste rs!! Ele é muito amor também. AMEI a Gae In!!!! Ela é uma personagem realmente forte, profunda, engraçada e amorosa!

SPOILER: Alguém, por favor, me explica o que dá na cabeça desses personagens..... que escolhem mentir e se afastar da protagonista!? Querido personagem durão, não adianta tentar ferir alguém que te ama dizendo que você não presta e a enganou! Quem ama, teima. A moça não vai desistir facilmente, até o momento em que ela mesma perceber a verdade (ou você é um pilantra safado sem vergonha manipulador dissimulado ou só está fazendo doce por causa do seu orgulho).
Quando Jin Ho disse para a Gae In: te "enganar foi muito fácil, você é manipulada facilmente" (ele não disse com essas palavras, mas foi essa a ideia); um flashback veio a mim. Mas, no meu caso, não era encenação.. a pessoa realmente me manipulou. Não sei porque eu contei isso, mas enfim... kkkkkk É bom ficar de olho e não sair confiando muito em qualquer um. Ou melhor, como uma amiga disse, é mais apropriado dar um voto de confiança, mas sem criar expectativas.


O que será que acontecerá? Gae In descobrirá o grande segredo de Jin Ho? A moça voltará para Chang Ryul? O que a b*tch da Kim In Hee fez de tão repulsivo? Por que o diretor Choi é muito gente boa? A empresa de Jin Ho falirá??? 
Gente, tem muita coisa pra dizer sobre esse k-drama maravilhoso! Mas finalizo dizendo que AMEI "Personal Taste"! Esse dorama foi para a minha lista de favoritos!!



2 comentários: