TAG* 20 músicas!

Hi, my lovely readers! Como estão? Espero que bem! Sim, eu sumo frequentemente... Desculpe, desculpe! Mas estou para fazer um super post sobre o destino desta que vos escreve (eu me formei!!). Enquanto isso, tenho escrito com frequência (semanalmente, para ser mais precisa) na minha Newsletter! Assine lá e receba "cartas" minhas haha!




Hoje, conheci a TAG das 20 músicas no blog So Contagious (que eu acompanho há muito tempo e super recomendo). A TAG original é em inglês, mas foi traduzida pela Karol Pinheiro.  Bom, dados os devidos créditos... vamos às respostas! Se você gostou do questionário, sinta-se à vontade para responder no seu blog/canal/instagram e não se esqueça de deixar o link nos comentários para que eu também possa conferir!
Voilá!

1. Música favorita
Eita, a primeira pergunta já é mega difícil! Bom, a cada fase da minha vida eu tenho uma música favorita diferente! Depois de refletir um pouco, cheguei à conclusão de que Ride (com o monólogo) da Lana Del Rey é a minha atual música favorita. Nós (sim, eu e a música) temos uma conexão difícil de explicar haha. Digamos que essa canção consegue expressar muitas das coisas que não sou capaz de dizer, mas sinto. Desde o primeiro momento em que a ouvi, eu disse a mim mesma: caramba, me encontrei nessa letra (não em tudo, obviamente kkk - pensemos nas metáforas e interpretações)!!!!!

I hear the birds on the summer breeze, I drive fast
I am alone in the night
Been trying hard not to get into trouble, but I
I've got a war in my mind
I just ride, I just ride



2. Música que mais odeia 
No momento é Baile de Favela! Eu até acho o ritmo legal e até a parte dos bailes de favela, ok. Mas tem um conteúdo machista que ó! Não aguento mais, essa é verdade (e minha irmã ouve essa coisa todos os dias)! A música da metralhadora também é outra que tem me irritado bastante Haha




3. Música que te deixa triste
What Hurts the Most! Essa música me deixa triste desde muuito tempo, por motivos de: fala sobre a dor de algo que poderia ter dado certo, mas não deu. Essa música me faz lembrar de toda minha impotência diante de algumas situações da vida e da dor que vem disso (você ter que se desfazer de sonhos, lembranças etc). E o clipe, gente? Minha nossa, acaba comigo. 

What hurts the most, was being so close
And having so much to say
And watching you walk away


4. Música que te lembra alguém
Dia Especial do Tiago Iorc!! Essa música é tão fofinha!! Ela sempre alegra meu dia. Eu começo a lembrar de todas as pessoas queridas da minha vida! É aquele tipo de canção que faz seu coração ficar quentinho!

Mas te vejo e sinto o brilho desse olhar
que me acalma e me trás força pra encarar
tudo


5. Música que te deixa feliz
All About Your Heart  da Mindy Gledhill!! Essa música é tão bonitinha também! Ela me faz voltar a acreditar no amor, nos bons sentimentos, na beleza dos pequenos detalhes. De repente, eu me sinto feliz só por ter a capacidade de amar! Fiquei tão inspirada que até fiz algumas ilustrações para trechos da música! Vejam só:







Eis a música:



6. Música que te lembra um momento específico
Não poderia deixar de mencionar Wonderwall por motivos de: foi graças a ela que comecei a conversar com uma pessoa maravilhosa que se tornou uma das melhores partes da minha vida (hey, se você estiver lendo, não seja convencido haha). Além disso, já gosto dessa música há bastante tempo!

And all the roads that lead you there were winding/And all the lights that light the way are blinding/ There are many things that I would like to say to you/ But I don't know how




7. Música que você sabe a letra inteira
Eu sei a letra inteira de quase todas as músicas que gosto, pois sou obcecada com letras haha! Mas vou mencionar uma em francês (eu não falo francês): Adieu de Coeur de Pirate. Adooro a letra e, principalmente, o clipe:

Mais dis-moi adieu demain/ Mais dis-moi adieu en chemin/ Va voir les autres, je n'en pense rien/ Je t'ai aimé mais je t'assure que c'est la fin





Letters* Verão


Verão
Por Tiemi Yamasaki



Sugestão de música para ouvir enquanto lê:




De repente, eu me dou conta de onde estou.
Sinto uma brisa refrescante fazer os meus cabelos dançarem.
Um dia quente no verão e seus olhos escuros olhando para o céu.
Você não repara, mas estou te observando
Absorta em meus pensamentos, mas os olhos focados em você
"Como eu vim parar aqui?" 
Meu coração dá um salto e sinto uma mistura caleidoscópica de sentimentos dentro de mim
"Era exatamente aqui que eu devia estar", eu penso
Lembro de uma frase de um dos meus filmes favoritos (Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças): "Eu poderia morrer agora, estou tão feliz. Nunca senti isso antes. Estou exatamente onde queria estar."
Agora te entendo, Joel. Pensei que nunca fosse te entender, mas agora... caramba, eu te entendo. 
Eu me sinto corajosa. Sinto que passei por grandes obstáculos na jornada nada linear da minha vida. 
Mas, no fim, todos os caminhos tortuosos me trouxeram aqui: para este momento. 
Eu, você, o sol, a brisa. 
Por algum estranho motivo, os planetas se alinharam a meu favor.
Nada de ruim que eu vivi me importa agora, pois estou extasiada com este momento.
Eu penso: "o tempo é fluido." 
O meu tempo corre, mas, simultaneamente, ele para.
E em três minutos eu consigo pensar em todas essas coisas. 
O tempo vai passar, eu sei. Mas posso eternizá-lo neste escrito. 
"Como eu vim parar aqui?"
Os eventos mais surreais me conduziram a esse "hoje".
E eu me sinto a garota mais sortuda do mundo.
Estive esperando a vida inteira (note a hipérbole) por esse "agora"
É melhor que todas as cenas de filmes e livros que conheço
Não por ter mais coisas e milhares de surpresas
Mas por ser simplesmente eu e você.
"Valeu a pena", eu penso.
Toda aquela sensação de vazio e de estar perdida desaparece do meu peito
Estou aproveitando a vida, estou finalmente vivendo.
Porque quando te encontrei, encontrei uma parte de mim que estava perdida.
Você continua olhando para o céu azul adornado por nuvens
"O que será que está pensando?"
Eu sorrio e você olha para meu rosto. 
Você se depara com minha cara vermelha te en(cara)ndo.
"Não olhe para mim agora. Que vergonha."
Como uma ladra pega no ato do roubo, eu sinto vontade de sair correndo.
Afinal, precisarei ir embora daqui a pouco mesmo
Tudo acabará dentro de algumas horas
Estou acostumada com despedidas, eu penso. É sempre assim. Mas, dessa vez, eu é que serei aquela que parte.
Preparo a mim mesma para dizer adeus.
Mas, seja por conta do estranho alinhamento dos planetas, de forças ocultas, de relações cármicas ou simplesmente porque somos eu e você
Você me surpreende e diz: "não vai embora, fique mais um pouco, fique para sempre na minha vida. Você foi a melhor coisa que me aconteceu".
Por um momento, meu coração para, minha mente não compreende o que você diz. Eu, tão acostumada aos "vou embora ou vá embora", de repente ouço um "fique".
Tão familiarizada com o "não", ouço o "sim". 
- Eu estou ferrada, é tarde demais. Eu amo você.
- Eu amo você - eis a sua réplica.
Paraliso. E então, em um dia quente de verão, seus olhos escuros olham para mim e desejo que estejam sempre me olhando. 

- Tiemi Yamasaki