Na morada


Sugestão de música para o texto:







Ás vezes, você sabe a verdade
aquela que, bem no fundo do seu coração, grita
aquele sentimento que transborda através dos seus atos
mas que você insiste em calar com a razão
mas nem mesmo a razão você consegue explicar
A falta de palavras diz muita coisa
Você consegue ouvir o silêncio?
É um silêncio gritante
Você não se move
Por que suas pernas não vão de encontro ao que você quer?
Por que você não se deixa levar?
Por que não se permite?
Você tem medo
Sente medo de abrir seu coração por completo
medo de ficar exposto
medo de amar
medo de ser amado
porque você conhece os danos que um amor pode causar
Aquela última vez te deixou devastado, não é mesmo?
Como uma criança que enfia o dedo na tomada
e toma um choque
você tem medo de dizer "sim" novamente para os seus sentimentos
Como poderia amar se sente tanto medo de cair?
Como ser corajoso?
Mas você a vê ali sentada sozinha olhando para o nada
e sabe que ela está enxergando tudo, todas as estrelas
mais brilhantes
Não as do céu
Mas as de dentro do peito
Você a vê e seus muros desabam
suas dúvidas, apenas por um momento, se dissolvem 
naquele sorriso
E você sente vontade de permanecer ao lado dela
para sempre
e mais um dia
porque aquilo tudo parece tão certo
todos os planetas alinhados
todos os obstáculos ultrapassados
todo o céu abraçando você e ela
Não há complicações
Não há dor
trauma
Não há inferno algum que perturbe
aquele momento
Você sabe que está remando contra a maré
e o medo de se afogar tenta te fazer recuar
mas toda a força necessária para 
ir contra todos os "nãos"
vem daquele olhar tão cheio de ternura
que te traz a certeza de que está no lugar certo, na hora certa
e muito mais do que isso
o som do riso dela faz você se sentir feliz
apenas por ser você mesmo
Não há pressa
Não há necessidade de estabelecer coisa alguma
Não é preciso que ninguém saiba
Não é necessário que haja uma definição
porque tudo isso escapa 
tudo isso é mais do que o clichê
do que o comum
Seu coração desabrigado
encontrou um lar
Não tenha medo
e se deixe ena(morar).

- Tiemi Yamasaki

Nenhum comentário:

Postar um comentário