Anime* Ao No Exorcist

Hi my lovely readers!

Dia desses, (in)felizmente terminei de assistir Ao No Exorcist! Chorei horrores e senti uma alegria tão grande no meu peito com o final. Tive grande anseio de fazer um post sobre esse anime, pois... tchananaaaam este se tornou o meu shounen favorito! Sim, desbancou Soul Eater T~T (ainda amo você, Soul!)! Por quê? É isso que você descobrirá no post!

Vamos à sinopse:

O mundo em Ao no Exorcist consiste em duas dimensões, adjuntas uma a outra como um espelho e seu reflexo. Uma é o mundo onde os humanos vivem, Assiah. A outra é mundo dos demônios, Gehenna. Originalmente, uma viagem entre os mundos, ou mesmo um contato entre eles, é impossível. Entretanto, qualquer demônio é capaz de passar à dimensão de Assiah atráves da possessão de um ser vivente na mesma.
Mesmo assim na história existem demônios vagando entre os humanos e só quem pode ver é quem já teve um contato direto com um demônio de qualquer nível.
Em contrapartida, existem aqueles chamados de exorcistas, pessoas que treinam para destruir demônios que agem de maneira prejudicial em Assiah. Com mais de dois mil anos de existência, esse grupo possui diversas filiais em todo o mundo, estando secretamente sob comando do próprio Vaticano e agindo de maneira subterfugiosa às massas.
Satã é o deus dos demônios em Gehenna e um ser de poder ilimitado. Há, contudo, uma única coisa que ele não possui: um corpo no mundo dos humanos capaz de abrigá-lo. Por esse motivo, ele criou Rin, seu filho gerado por uma humana. Rin tem um um irmão gêmeo, Yukio é muito inteligente e a principio acredita-se que ele não tem nenhum poder demoníaco o que muda mais tarde, e ele desde pequeno sempre soube sobre os demônios diferente de Rin, e prometeu proteger o ani acima de tudo e por isso se torna exorcista com apenas 15 anos. Mas não está nos planos de Rin ser manipulado por seu pai. Ele é um jovem rapaz humano que leva uma vida normal em Assiah, até o dia em que descobre ser um híbrido meio humano meio demônio, filho de Satã. Agora, no intuito de se vingar, ele planeja torna-se um exorcista a fim de destruir seu próprio pai, Satã.
Fonte: Blue Exorcist Wikia 

Há séculos que eu desejava ver esse anime, mas foi só nesse mês que eu comecei. Uma amiga colocou o primeiro epi na Netflix e, desde então, eu não parei mais! É difícil um anime me prender a ponto de eu assistir mais de 5 episódios em um dia... mas Ao conquistou tal feito. Logo no início, já acontece algo bem chocante, a morte de um ente querido dos irmãos Okumura. Rin descobre ser filho de Satã e conhece os seus poderes. Com a vingança em mente, Rin vai para a Academia Vera Cruz para se tornar um exorcista. Lá, ele descobre coisas sobre seu irmão Yukio e conhece pessoas, demônios e criaturas muito interessantes! O enredo da história é maravilhoso! Cada uma das aventuras vividas por Rin e todo o pessoal te deixa com vontade de assistir mais e mais!!



Agora, vamos aos meus comentários mais específicos acerca do anime!

Acredito que o que mais me cativou foi o fato de haver uma escola (adoro histórias que envolvem escolas), aventuras, desafios, professores misteriosos, personagens que se transformam ao longo do anime, amizade, bichinhos fofos (nhoin, meu favorito é o Shiro), reflexões, batalhas épicas, mulheres poderosas (fight like a girl!) etc. Apreciei bastante o desenvolvimento da ideia de que é perigoso separar as pessoas/criaturas e julga-las a partir de rótulos .O anime passa a mensagem na qual eu sempre acreditei: não existe essa de que tudo é uma coisa ou outra, as coisas são  tudo e nada, boas e más. O equilíbrio é que deve ser encontrado. Além disso, não importam as suas origens, se você é filho do demônio ou o mais poderoso paladino, você é que define o que é. Antes de qualquer coisa, é preciso se aceitar. Depois que você se aceita, pode lutar pelos seus sonhos e viver a vida de uma forma melhor. O julgamento sempre vem, de todos os lados, mas o que mais pesa é aquele que você tem sobre si mesmo. Rin se auto-julga bastante e dá um apertozinho no coração ver ele ficar chateado por ser filho de Satã... Eu me identifiquei com ele, pois sempre me julguei inferior e ruim para o mundo.. por conta das minhas características e do meu passado. Mas Rin tem um coração tão bom, mas tão bom... e ele mostra isso a todos. Ele é diferente. A amizade também é bem trabalhada no anime.. é tão gostoso ver como os laços entre o grupo principal se solidifica. No início, ninguém era amigo de ninguém... mas aos poucos, eles lutam juntos e descobrem que são quase como uma família! Juntos, nós somos mais fortes. Amei ver cada um dos personagens superando seus limites, se conhecendo, aprendendo...
Porém, o ponto mais forte para mim reside na questão "brotherhood" (irmandade) entre Rin e Yukio... é tão bonito de se ver!!!!! Gente, eu fiquei apaixonada por esses irmãos, queria casar com os dois kkkk brincadeira (ou não)! Como todos irmãos, eles tem seus momentos de rivalidade e também de muita união. Yukio é o mais certinho (Tiemi se identificou bastante), todo dedicado aos estudos e trabalho... mas há outro lado dele... ele também tem segredinhos. Rin é povão, atrapalhado que só, divertido, espontâneo, vida loka... kkkk Eles se complementam! SPOILER --> no final, vemos o poder do amor desses dois irmãos (chorei hororres). Curiosidade: foi muito legal ter uma personagem no anime com o nome parecido com o meu! Toda vez que diziam Shiemi, parecia que estavam dizendo Tiemi! Bom, não há muito o que dizer, vocês precisam assistir!! SUPER RECOMENDO!
Esse anime me encantou, deixou meu coração feliz demais! As batalhas são épicas, você vai chorar, rir, se emocionar... e viajar na maionese com a questão dos demônios e exorcistas!
Estou com tanta vontade de ler os mangás! Fiquei tão contente de saber que a história é escrita por uma mulher (feminista feelings)!
A trilha sonora também ganhou pontos comigo!

Essa ending da primeira fase é muuuito boaaa (tanto a letra quanto a melodia)!



A opening também:



Aqui vão algumas quotes memoráveis do anime:






XoXo,
Tiemi


Nenhum comentário:

Postar um comentário